fbpx

Escola dos Games

O maior portal de e-sports do Brasil

Como migrar do Controle para o Mouse e Teclado no Fortnite

Introdução

Fala pessoal, como vocês estão? Tudo certo? O texto de hoje traz um assunto muito específico: A migração de plataforma, ou melhor, de periféricos! Vamos te dar algumas dicas para te orientar quando você está cansado de jogar no Controle e reclamarem que você só joga com aim assist para se transformar em um jogador mecanicamente absoluto jogando no Teclado e Mouse!

Mas antes de começar o artigo, não se esqueça: independente da sua plataforma, o importante é nunca deixar de competir! Por mais que existam vantagens ou desvantagens, ainda é o jogador que faz seu jogo e suas escolhas, então não desista se as coisas no começo parecerem difíceis, com adaptação você sempre consegue os melhores resultados!

Pro Gamer Academy

Se você quer evoluir no Fortnite de um jeito muito mais rápido através de aulas com jogadores profissionais, recomendamos que você assista as aulas exclusivas que estão disponíveis no site da Pro Gamer Academy.

1.Adaptação inicial

Antes de começar a dizer sobre a migração em si, é importante entender uma coisa: por que você quer trocar seu periférico? Quais os motivos concretos para migrar do Controle (que você já tem um certo domínio) para o Mouse e Teclado?

Bom, provavelmente sua resposta deve ser porque uma grande parcela dos jogadores hoje que estão no Fortnite Competitivo utilizam Mouse e Teclado como periférico de entrada. Se você atualmente joga no Controle por conta de jogar em um Console e acabou comprando um PC, entenda, VOCÊ NÃO PRECISA MIGRAR. Acredito que seja até mais benéfico para você continuar no Controle porque se o PC tiver um setup que aguenta rodar o jogo em 144 FPS, jogar com o Controle vai te dar uma sensação bem melhor porque esse fator de FPS muda totalmente o jogo em si. Você realmente vai sentir o controle muito mais ‘leve’, e é bem possível que seu desempenho melhore. Então confie em mim, se você migrou de PLATAFORMA, continue no Controle, você vai se dar bem.

Mas tudo bem. Vamos supor que estamos em um cenário que você se sinta mais confortável e prefira jogar no Mouse e Teclado porque historicamente você sempre dominou ou preferiu jogar com Mouse e Teclado ao invés de jogar com o Controle. Sendo assim, a primeira coisa que você tem que pensar é que a adaptação é difícil e lenta. Calma, não estou dizendo que você vai levar uma vida para conseguir migrar toda a sua mecânica, mas migrar requer paciência e dedicação, é um trabalho que aos poucos vai surtir efeito, cerca de 1 semana para você sentir os primeiros picos de melhora e provavelmente um mês inteiro para estar adaptado totalmente e agora sim tentar melhorar ainda mais a mecânica.

2.  Teclado e Keybinds

Bom, a grande diferença quando falamos de Controle para Mouse e Teclado são os atalhos. No controle basicamente alguns botões servem para duas ou até mais funções dentro do jogo, e isso não acontece quando estamos falando do Mouse e Teclado. Cada tecla representa um atalho no jogo, e é muito importante você se sentir confortável o suficiente na hora de configurar.

A primeira dica muito importante quando falamos de Keybinds é o mouse. Caso você tenha condições de ter um mouse um pouco melhor, principalmente falando de botões laterais, seria um avanço absurdo para você colocar alguns atalhos de construção nele (como o piso e o cone que alguns jogadores utilizam). Isso poupa tempo e mecânica da sua mão esquerda que estará ocupada buildando outras peças. Falando de teclado, se você conseguir um teclado mecânico, será uma boa escolha para você a longo prazo.

Quanto ao teclado, temos algumas dicas específicas para você que procura um bom teclado mecânico. A primeira está no switch. O switch é o mecanismo de acionamento quando você usa uma tecla, que é diferente dos teclados convencionais que usam membrana. A vantagem do switch é o retorno mais rápido das teclas na posição original, você usa menos força e tem maior durabilidade. Cada Switch tem um QC (Controle de qualidade). Dos switches do mercado, o controle de qualidade dos switches do tipo Cherry e Gateron é superior ao Outemu por exemplo, o que significa que a chance de algo falhar ou ter um switch defeituoso com Outemu é maior do que com os outros Switches que citamos acima.

Além disso, cada cor de Switch tem uma peculiaridade, que vamos falar a seguir:

  • Blue: tem um retorno tátil e sonoro, o que não se torna recomendável para pessoas que preferem um teclado mais silencioso;
  • Brown: tem retorno tátil como o Blue mas mais silencioso como o Red;
  • Red: Ele não tem retorno na ativação das teclas, logo ele é um pouco mais rápido nas ações e comandos;
  • Purple: Ele é conhecido por ser uma melhoria do Switch Red;
  • Black: teclado mais pesado, não recomendável para os primeiros usuários de teclados mecânicos.

Com todas essas informações envolvendo o teclado, você conseguirá fazer uma ótima escolha. Lembre-se que acima de tudo a qualidade e a manutenção do teclado faz muita diferença se você quer fazer uma escolha a longo prazo, que não vai te dar dor de cabeça por anos.

Agora que você já entendeu algumas coisas do Teclado, vamos falar mais um pouco sobre as Keybinds. As maiores ou pelo menos as mudanças mais impactantes quando falamos de atalhos são as construções e a edição. Lembre-se que os atalhos também devem significar conforto, então quando você estiver procurando um teclado, se você tiver a chance, veja como sua mão se encaixa, como seus dedos deslizam por cada tecla.

Mas por padrão, muitos jogadores utilizam as teclas mais próximas do WASD no teclado para construir, como por exemplo o Q, Z, X, C e os botões laterais do mouse. O botão de edição também é muito importante e quanto mais próximo do WASD, mais desempenho você terá para executar suas edições. A tecla E e F são boas escolhas.

Alguns trunfos que você pode utilizar é pelo menos 1 atalho para seu dedo mindinho, já que geralmente a opção de correr automaticamente é habilitada, então você pode utilizar o Shift como um atalho para um slot de cura. Lembre-se que para maximizar esse inventário, a opção de manter as curas e poções no fim do inventário deve estar LIGADA. Assim, fica mais fácil de sacar um minishield no meio de uma troca ao invés de teclar o 5 ou 6 para se curar.

3. Sensibilidade do mouse

Agora entraremos em um assunto relacionado ao seu mouse, que é a sensibilidade, afinal se você jogava no Controle terá uma pequena adaptação para começar a dominar os conceitos básicos do Fortnite. Antes, você mirava apenas com seu polegar, e agora você vai usar sua mão direita inteira para acertar as balas nos seus inimigos e conseguir construir com fluidez.

Já falamos um pouco sobre sensibilidade no blog, temos um texto detalhando o passo a passo para encontrar uma sensibilidade confortável para você, não esqueça de passar no texto e ver como funciona o cálculo do PSA (Perfect Sensitivity Approximation) e sua aplicação para encontrar uma boa sensibilidade para você.

Lembre-se de fazer toda e qualquer alteração de sensibilidade nesse primeiro momento de troca, para que você ‘sofra’ de uma vez. Passe pelo período de adaptação se adaptando de todas as formas: mudando as keybinds para que você já se acostume mecanicamente a construir, editar e atirar nos inimigos assim como ajustar sua sensibilidade e começar o quanto antes a transição do aprendizado consciente para a memória muscular, onde os movimentos já são feitos de forma automática simplesmente pelo tempo de prática.

Vamos supor que você leve 30 dias para começar a dominar todos os conceitos básicos do Fortnite que envolvem mira, construção e edição. Agora imagine o trabalho que você vai ter se sua adaptação for de forma quebrada, ou seja, você ajusta apenas a sensibilidade e não se atenta a quais atalhos de teclado você vai utilizar e você só começa a perceber uma ‘limitação mecânica’ na sua gameplay 2 semanas depois. Você entrará novamente na fase de adaptação e assim por diante. Claro que se forem pequenas alterações ou truques não vai ser algo relevante, mas agora imagine se você decide inverter todas as suas teclas de construção! Imagine que você usa

  • Q para Parede;
  • F para Escada;
  • C para Piso;
  • Botão lateral do mouse com o Cone;

E você queira mudar para:

  • Q para Escada;
  • F para Piso;
  • C para Parede;
  • Botão lateral do mouse para o Cone;

Esse é quase um trabalho do início, como se você acabasse de migrar. Imagine quanto você vai ter que treinar novamente, todos os combos de construções, retakes, rotação, buildfight, enfim! Mudanças pequenas como 1 tecla ou outra sabemos que é mais fácil de adaptarmos, mas quando fazemos mudanças bruscas vai demorar um certo tempo para nos acostumarmos e principalmente darmos o devido tempo para que nosso cérebro consiga fazer aquela transição que falamos, onde a memória muscular vai te ajudar de forma inconsciente a fazer os movimentos que você precisa quando e onde você precisa.

Conclusão

E com isso terminamos mais um texto do blog! Falamos de forma superficial os primeiros passos que você deve fazer quando migrar do Controle para o Teclado e Mouse, mas lembre-se que a principal dica para você que quer fazer esse tipo de migração é se esforçar muito! Para chegar em um nível competitivo, não basta apenas trocar seu periférico, você precisa de muito esforço para alcançar seus resultados

Mas claro, não vamos deixar você na mão. Vamos relembrar todas as dicas que passamos aqui:

  • Pense bem antes de fazer uma migração e se realmente o motivo for coerente, não tenha medo, mas tenha muita paciência e determinação! Você precisará de muito tempo de prática para passar toda a sua habilidade no Controle para o Mouse e Teclado!
  • Faça escolhas inteligentes dos seus periféricos! Se você tiver condições, faça um investimento para periféricos gamer! Compre um teclado mecânico e um mouse com botões laterais, com certeza vai te ajudar não só no Fortnite em si mas no uso cotidiano dos dois! Se atente aos switches dos teclados mecânicos e à qualidade do mouse que você quer comprar;
  • Uma outra coisa importante a se atentar quando você for fazer a migração é se atentar aos atalhos que você vai utilizar no Teclado! Procure configurações de jogadores profissionais e adapte essas escolhas ao seu conforto quando for jogar. Além disso lembre-se de alguns macetes OP que os jogadores utilizam bastante no teclado, como por exemplo reeditar a construção com o Scroll do Mouse e utilizar algumas opções como “Curas no último Slot” e pular no Scroll do Mouse para cima, o que facilita o Bunny Hop (pular com impulso par air mais longe). Elas podem te ajudar bastante em algumas ocasiões;
  • Lembre-se que ajustar sua sensibilidade com certeza vai fazer muita diferença para que sua adaptação seja ainda melhor e você consiga os melhores resultados. Você pode tentar encontrar uma sensibilidade ideal do zero ou basear sua sensibilidade na sensibilidade de um proplayer, mas acima de tudo o mais importante: busque uma sensibilidade confortável para você que com certeza você verá resultados!

Compartilhe em suas redes socais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social menu is not set. You need to create menu and assign it to Social Menu on Menu Settings.

shares