fbpx

Escola dos Games

O maior portal de e-sports do Brasil

Os 5 campeões mais difíceis de se masterizar

  • INTRODUÇÃO 

Você anda afiando suas mecânicas em League of Legends? E a sua noção de jogo, tem trabalhado nela ultimamente? Em Summoner’s Rift, somos todos guerreiros utilizando duas diferentes armas, sendo uma delas o nosso cérebro, e a outra os nossos dedos. Uma coisa não funciona sem a outra.

Você pode ser extremamente hábil com suas mãos, mas se você anda fazendo jogadas impensadas, você acabará frequentemente se colocando em posições ruins e você simplesmente será abatido.

Por outro lado, não adianta de nada você ser um verdadeiro mestre dos conhecimentos em League of Legends, se na hora da teamfight você não segurar a pressão e acabar errando a execução de todas as suas habilidades, fazendo com que você não tenha aproveitado nada do potencial do seu personagem.

Para assimilar essas duas esferas, o jogador precisa ter absoluta noção da forma como o seu campeão deve desempenhar na partida, para então explorar seus limites e usar seu conhecimento prévio para realizar jogadas, analisando sempre os possíveis riscos e recompensas.

  • CONTEÚDO
  • Em 5° lugar: Kalista, a Lança da Vingança.

Abrindo a lista com um dos atiradores mais peculiares de todo o jogo, Kalista certamente traz uma proposta diferente para essa função.

Isso porque seu kit não se baseia em dano bruto, característica tão comum em todos os atiradores. Seja através de uma build de crítico ou então por meio de uma build mais focada em aplicar diversos efeitos de dano ao contato, os ADC’s bem itemizados costumam ter a capacidade de causar quantias esmagadoras de dano no simples apertar de um botão. Esse não é o caso da Lança da Vingança.

Sua passiva, Aprumo Marcial, faz com que seus ataques básicos causem apenas 90% de seu AD atual. Além disso, essa passiva também faz com que a animação de ataque básico da Kalista não possa ser cancelado através do comando de movimentação, ou seja, clicar com o botão direito do mouse.

Ao invés disso, realizar o comando de movimentação durante a animação do ataque básico de Kalista faz com que ela avance na direção selecionada após arremessar sua lança, efeito que também se aplica a sua habilidade primária, Perfurar. Essa passiva por si só faz com que a atiradora possua um fluxo de dano muito único, pois durante as lutas o jogador precisa sempre clicar na direção certa buscando se locomover para a melhor posição possível. 

Ela pode ser usada para atacar e recuar, ou seja, executar a mecânica de kiting, ou então para atacar e manter se aproximando do alvo através dos avanços da passiva, caso seja necessário.

Sua habilidade Vigia possui um efeito passivo de dano mágico, porém sua ativa faz com que Kalista invoque um fantasma para patrulhar determinada área durante 3 voltas completas.  Ao avistar um campeão inimigo, o vigia lhe revela por 4 segundos. Essa habilidade se assemelha muito ao Olhar do Falcão da Ashe, sendo uma skill que não serve para causar dano, mas sim para obter informação das partes escuras do mapa.

Porém, diferentemente da habilidade da Ashe, o Vigia de Kalista não atravessa paredes e revela apenas uma curta área em cone na parte da frente do fantasma, sendo muito mais difícil de localizar inimigos dessa forma, e exigindo um uso mais preciso e calculado por parte do jogador. Para complicar ainda mais, sua habilidade ultimate Chamado do Destino possui uma forma bem única de se usar.

Usando seu item inicial, Kalista pode realizar um Juramento com algum campeão aliado uma única vez na partida, e esse aliado passará a aplicar os efeitos passivos de Vigia e passará a ser o alvo de sua ultimate. Ao utilizá-la, Kalista teleporta o seu aliado em Juramento para si, e então, por um curto período de tempo, o aliado se encontrará em um estado de imunidade.

Durante essa fase, o aliado recebe a capacidade de iniciar um comando de movimentação, fazendo com que ele avance na direção alvo e empurre todos os inimigos na área de colisão. Essa habilidade é extremamente útil, tanto para salvar o aliado de uma situação perigosa quanto para engajar numa luta.

Porém, se for mal utilizada, pode chegar a atrapalhar mais do que ajudar, o que traz a essa ultimate uma condição de cooperação e coordenação entre Kalista e seu aliado. Apesar de todas essas complicações e esse estilo de jogo mais focado na utilidade, a atiradora já teve e continua tendo seus momentos de glória no competitivo e nas filas ranqueadas.

Por possuir uma fase de rotas bastante forte e um controle de objetivo praticamente incontestável graças a sua habilidade Lacerar, muitos jogadores experientes optam pela Lança da Vingança para liderar seu time para uma vitória rápida jogando na posição de atirador. 

Sua itemização geralmente leva Espada do Rei Destruído, para amplificar seus principais status como velocidade de ataque e dano, além de lhe fornecer um sustain interessante, e Furacão de Runaan, para poder aplicar suas lanças em diversos inimigos ao mesmo tempo.

Mais recentemente, Dança da Morte também se apresentou como uma alternativa forte para lhe fornecer resistência e ainda mais roubo de vida, para ficar bastante tempo nas teamfights e stackar o máximo de lanças possíveis e causar dano nos campeões adversários.

Por esses motivos, Kalista é uma oportunidade interessante para apresentar aos jogadores uma outra forma de se impactar na partida como um ADC, de maneira tão eficaz quanto a tradicional.

  • Em 4° lugar: Ivern, o Pai do Verde

Espera, Ivern? Que campeão é esse mesmo? Aaah, lembrei! Há uma boa chance de essa ter sido a sua reação ao se deparar com o 4° lugar dessa lista. Afinal, a gameplay totalmente única do carismático Ivern acabou não agradando boa parte dos jogadores.

Sua proposta é a de ser um caçador suporte, o que é estranho por si só. A maior parte dos jogadores da selva acabam optando por campeões mais rápidos, fortes no início da partida, que possam causar impacto muito cedo nas rotas e fazer o jogo funcionar a seu favor, como Lee Sin, Elise, Olaf, entre outros.

 O que torna a gameplay de Ivern tão específica é a sua passiva Amigo da Floresta, que faz com que ele não possa atacar ou ser atacado por monstros da selva, com exceção dos Dragões, Arauto e Barão.

Ao invés disso, Ivern sacrifica parte de sua vida e mana para criar um bosque ao redor de um determinado acampamento da selva, que vai crescendo aos poucos, e a velocidade desse crescimento escala com o seu nível.

Ao atingir o ponto máximo, o Pai do Verde pode simplesmente clicar nos campos para então libertar os monstros da selva, ganhando todo o ouro e experiência equivalente ao abate dos mesmos monstros.  Utilizar o Golpear faz com que o campo seja libertado automaticamente, independente da duração do bosque.

Essa mecânica faz com que todo o funcionamento de Ivern, tal como a elaboração de uma rota efetiva dentro de sua própria selva, possíveis invasões à selva adversária e busca por oportunidades de gank funcionem de uma forma totalmente própria, se destoando completamente de todos os outros campeões da selva.

Por esse motivo, apenas depois de um bom número de partidas é que o jogador começará a se familiarizar e otimizar seu jogo com esse estilo peculiar de atuar como caçador. Entretanto, aqueles que se aventuram em aprofundar sua gameplay com o Pai do Verde recebem grandes recompensas, pois seu kit possui um valor altíssimo de utilidade e até mesmo um bom valor de dano, acredite se quiser.

Sua habilidade primária Encantador de Raízes pode criar inúmeras oportunidades de abate, assim como sua ultimate, a Margarida, pois ela pode perseguir inimigos em profundidade para então arremessá-los pro alto após o terceiro ataque. Além dessa boa quantidade de controle de grupo, sua habilidade Semente Engatilhada é um escudo potente que também causa bastante dano e lentidão após um curto período de tempo.

Quando somada a itens de suporte como Graal Profano e Turíbulo Ardente, itens de baixo custo mas muito eficientes, faz com que Ivern possa logo cedo na partida fornecer grande mitigação de dano a seus aliados na linha de trás, enquanto atua a longa distância com sua Margarida e seu Encantador de Raízes.

Além disso, sua habilidade Formação de Arbustos pode ser usada de forma criativa, seja para preparar emboscadas ou até mesmo para esconder um covil inteiro e iniciar um objetivo como Dragão ou Barão sem que o time inimigo possa ver direito o que está acontecendo, caso estejam apenas no rio.

O Pai do Verde é a prova de que kits muito únicos e aparentemente estranhos escondem pérolas raras, que serão exploradas apenas por aqueles que investirem muito no personagem. A muito tempo Ivern mantém uma porcentagem de vitória alta, pois seus poucos usuários já dominaram grande parte das estratégias de uso do campeão.

Essa também é uma ótima oportunidade para você viver a função de caçador, porém, com ares menos ofensivos, por que esse homem árvore aí é um cara da paz!

Prota Games

Antes de irmos para o terceiro lugar, gostaríamos de convidar todos que gostaram do nosso vídeo para conhecer o nosso conteúdo exclusivo voltado para quem quer subir de elo. Basta acessar o nosso site no link descrição para poder consumir conteúdo sobre macro, micro, controle de waves, rotações e muito mais com grandes pro-players do cenário brasileiro.

  • 3° lugar: Katarina, a Lâmina Sinistra

Saindo um pouco do padrão apresentado por essa lista até então, a Katarina é uma campeã com uma função bem simples e delimitada dentro da partida: assassinar. Seu kit lhe concede todas as ferramentas para se aproximar de alvos frágeis e então deletá-los com uma rápida explosão de dano, para logo depois se retirar da zona de perigo.

 O que traz a Lâmina Sinistra a essa posição da lista é principalmente sua dificuldade de execução mecânica. Sua passiva, Voracidade, faz com que todos os tempos de recarga das habilidades de Katarina sejam grandemente reduzidos sempre que ela conseguir um abate ou uma assistência.

Antes de seu rework, a assassina tinha a fama de ser um personagem de fácil execução, pois mesmo tendo que utilizar suas skills diversas vezes numa luta, a ordem meio que não importava, e você poderia facilmente fazer um pentakill só dando várias cabeçadas no seu teclado.

Entretanto, depois da mudança nas suas habilidades, Katarina se tornou um dos personagens de mais difícil execução no jogo, graças a sua mecânica de pegar adagas. Através de duas de suas habilidades, Lâmina Saltitante e Preparação, uma adaga cairá ao chão e poderá ser apanhada pela campeã, e sempre que o fizer, ela executa um corte circular em todos os inimigos próximos, causando bastante dano mágico.

Essa é sem dúvida a maior fonte de dano da Katarina excluindo o seu ultimate, e o posicionamento correto das adagas é de suma importância para que a campeã consiga causar grandes estragos em seus alvos. Sua habilidade Shunpo, um deslocamento muito rápido, pode ser usada para auxiliar na aproximação de seus adversários para então coletar as adagas nos momentos certos, ou então para fugir ou se reposicionar.  

Sua ultimate, Lótus da Morte, faz com que Katarina gire em torno de si mesma, arremessando adagas e causando toneladas de dano mágico em até 3 campeões inimigos próximos a ela. Por mais que essa habilidade tenha um dos maiores escalonamentos de poder de habilidade do jogo, podendo causar valores absurdos de dano caso a Katarina consiga ficar rodando pela duração máxima de sua ultimate, a habilidade pode ser facilmente cancelada por diversos tipos de controles de grupo.

Iniciar o Lótus da Morte no meio do time inimigo e esperar que eles simplesmente te deixem rodando até você abater todos os seus adversários,  é um sonho que infelizmente não acontecerá na grande maioria das vezes, pois pelo fato de  Katarina não pode conjurar sua ultimate enquanto se locomove, acertá-la com todo tipo de habilidade poderá ser uma tarefa fácil. E é exatamente isso que diferencia um bom usuário da Lâmina Sinistra de um iniciante.

Graças ao fato de poder resetar suas habilidades ao participar de um abate, e também por reduzir drasticamente o tempo de recarga do Shunpo ao apanhar uma adaga, um hábil usuário da Katarina não vai ficar mais que 1 segundo parado, caso isso seja perigoso.

 Usando seu Shunpo diversas vezes em diversos alvos, aliado a Lâmina Saltitante e a Preparação, ele poderá se deslocar de um lado para outro nas lutas, causando sua explosão de dano para logo depois se reposicionar, seja para outro inimigo ou então para um aliado. Essa jogabilidade extremamente rápida, que exige dezenas de botões apertados no momento certo e na posição certa no meio do caos de uma luta, certamente traz suas vantagens.

 A campeã possui uma capacidade decente de limpar a onda de minions, e sua maior força está no começo e no meio de jogo, onde irá se locomover pelo mapa em busca de engajar em pequenas lutas e abater os adversários em profundidade, se reposicionando logo em seguida. 

Com Pistola Laminar Hextec e Ampulheta de Zhonyas, Katarina se torna não só uma máquina de causar dano com uma resistência interessante, como também poderá passar a liderar entradas e dives, podendo chegar rapidamente e causar seu dano para então ativar sua Zhonyas, dando tempo para que seu time avance e se safando do perigo.

Então, se o seu negócio é a adrenalina e você anda querendo fazer aquelas plays espetaculares pra mandar pros seus amigos, a Lâmina Sinistra certamente vai te desafiar.

  • 2° lugar: Bardo, o Protetor Andarilho

Agora viajando para a posição de suporte, temos um caso de faca de dois gumes: um Bardo bem jogado pode destruir o time inimigo sozinho, enquanto um Bardo mal jogado pode trazer a derrota em um jogo que parecia ganho.

Essa dualidade vem da grande utilidade de seu kit, que lhe proporciona não apenas bastante dano e cura na fase de rotas, mas também lhe concede ferramentas de criação de jogadas  totalmente únicas do campeão. Sua habilidade Jornada Mágica faz com que um portal seja aberto sob um terreno próximo, e tanto aliados como inimigos podem selecionar a entrada do portal para fazer uma viagem só de ida até o outro lado.

Essa habilidade tem diversos usos: ela pode ser usada para surpreender os adversários com uma emboscada vindo de trás de uma parede, trazendo Bardo e seus companheiros para próximo de seus inimigos com grande velocidade. Ela também pode ser usada para escapar de lugares perigosos, mas o fato de que os adversários também podem ingressar na Jornada Mágica deve sempre ser levado em conta, para que o usuário do Bardo não acabe ajudando os seus adversários a escapar ou a se aproximar de seu time.

Sua ultimate, Têmpera do Destino, é uma habilidade ainda mais difícil de se usar da forma correta. Ao utilizá-la em determinado local, Bardo arremessa um arco de energia que, ao entrar em contato com o chão, faz com que todos os alvos na área do impacto sejam colocados em estase. Campeões aliados, campeões inimigos, torres, monstros épicos, o próprio Bardo, todos são afetados.

Essa ultimate pode ser uma ferramenta extremamente útil para ganhar tempo, permitindo com que o time do Bardo se reposicione. Ela pode ser usada em um objetivo como o Barão, caso o time adversário esteja tentando abatê-lo.

Dessa forma, Bardo pode usar Jornada Mágica pela parede para que todo seu time engaje numa luta e utilize todas as suas magias de dano e controle sob os alvos que irão sair do estase. Têmpera do Destino também pode ser usada para proteger seus aliados, caso sejam alvejados por uma habilidade ou um campeão que irá matá-los em breve, e até para proteger torres das devastadoras cabeçadas do Arauto do Vale.

Porém, como bem sabemos, com grandes poderes vem grandes responsabilidades, e o uso dessa habilidade tão poderosa pode acabar saindo pela culatra. Afinal, se um time possui uma grande quantidade de controle de grupo em dano em área, como por exemplo o combo Malphite e Orianna, é natural que pensemos que a ultimate do Protetor Andarilho pode ser a oportunidade perfeita para que seus companheiros de time se preparem para atingir os adversários em cheio.

No entanto, se usada no tempo errado, o Bardo pode acabar imunizando a todos e salvando os campeões adversários, ou até mesmo acertando seu próprio atirador e o deixando numa situação comprometedora. De qualquer maneira, grandes jogadores de Bardo são uma verdadeira máquina de criação de boas jogadas.

 Sua passiva, o Chamado do Viajante, faz com que pequenos espíritos apareçam ao redor do mapa, e no momento em que Bardo os coleta, alguns de seus ataques básicos são fortalecidos, além de também ganhar experiência, mana e velocidade de movimento fora de combate.

 Sua grande velocidade somada à mobilidade de Jornada Mágica fazem com que Bardo possa viajar pelo mapa rapidamente, acertando alvos com sua Prisão Cósmica e abrindo espaço para abates. Essas oportunidades podem ser criadas de uma distância ainda maior através de uma boa ultimate, trazendo ao Bardo ainda mais presença de mapa.

Por isso, tendo uma fase de rotas bem forte e uma proatividade quase inigualável para a rota de suporte, o Protetor Andarilho é favorito nas mãos de vários jogadores habilidosos, que adoram voar pelo mapa criando jogadas boas. As vezes nem tão boas, mas faz parte.  

  • 1° lugar: Azir, o Imperador das Areias

Finalizando a lista, retornamos a rota do meio, dessa vez na pele de um mago que dominou por diversas vezes o cenário competitivo durante a história do jogo.

Azir é uma verdadeira máquina de dano a longa distância, porém, diferentemente da maioria dos outros magos, ele geralmente depende de velocidade de ataque para dar dano. Isso por que sua principal habilidade, Surja!, faz com que Azir invoque um soldado de areia no local escolhido durante um determinado tempo, e sempre que um ataque básico for dado sob uma unidade inimiga dentro do alcance de um soldado, Azir não irá desferir um ataque, mas sim um comando para que seus soldados o façam.

 O dano do ataque dos soldados é mágico e escala com o poder de habilidade do Azir, assim como a velocidade com que os soldados atacam depende da velocidade de ataque do Imperador. Essa mecânica pode ser complexa por si só, mas essa habilidade fornece a Azir uma ótima capacidade de limpar a onda de minions e de causar dano em seus adversários a distâncias seguras.

Suas outras duas habilidades básicas existem em função de seus soldados, uma delas sendo Areias da Conquista, um comando de avanço que causa dano e lentidão, e Areias Oscilantes, um avanço do próprio Azir na direção de um soldado alvo, gerando escudo e causando dano nos campeões atingidos enquanto interrompe seu avanço caso colida com alguém no caminho. Essas habilidades conferem bastante mobilidade e vasto controle de zona quando bem utilizados, pois podem flexibilizar tanto a posição de Azir quanto a posição de seus soldados.

Entretanto, manejar essas ferramentas da melhor forma possível em uma teamfight é uma tarefa para poucos, ainda mais quando levamos em conta a sua habilidade ultimate, o Decreto do Imperador. Ao utilizá-la, Azir invoca uma grande parede de soldados que avança na direção escolhida, causando dano e empurrando os inimigos para trás. Essa habilidade pode ser usada para afastar possíveis ameaças da linha de trás do seu time, mas também pode ser utilizada para criar jogadas mais arriscadas, o famoso insec do Azir. Por mais que possa parecer a jogada mais complexa e impactante do campeão, avançar no meio do time inimigo, flashar para trás e tentar empurrar todos com o Decreto do Imperador nem sempre é a coisa certa a se fazer.

 É necessário manter em mente que Azir é um campeão extremamente frágil, e de que seu avanço com Areias Oscilantes é interrompido caso entre em contato com um campeão adversário. Em muitos momentos, a escolha correta será simplesmente se manter em uma posição segura, utilizando seus soldados para atacar os inimigos a longas distâncias e reposicioná-los com Areias da Conquista quando for necessário.

Da mesma forma, colocar soldados em posições mais seguras que possam servir para que Azir utilize seu conhecido combo de locomoção para fugir de posições perigosas, também é algo que deve ser considerado nos momentos de luta.  Tendo dito tudo isso, a gameplay de Azir exige extrema atenção do seu usuário, tal como uma aprofundada noção de suas capacidades e limites, para identificar quando agir como um poderoso mago de controle de zona, e quando agir como um iniciador, empurrando todos os adversários para perto do seu time com um cirúrgico uso de seu combo de movimentação finalizado por Decreto do Imperador.

Caso a partida se estenda muito, o Imperador das Areias se torna uma das armas mais letais de todo o jogo. Sua build tende a levar Dente de Nashor, para amplificar seu poder de habilidade, sua velocidade de ataque e lhe conceder bastante tempo de recarga, seguido por itens de dano mágico bruto.

 Quando totalmente itemizado, quatro ou cinco ataques dos soldados de areia são suficientes para abater um adversário frágil do time inimigo, a uma distância consideravelmente alta. Sua ultimate sempre lhe garante que terá uma forma de afastar os invasores de sua linha de trás, fazendo com que ele seja uma ameaça ainda mais difícil de se lidar.

Vale também lembrar de sua passiva, o Legado de Shurima, que permite com que Azir possa invocar seu Disco Solar sob as ruínas de uma torre aliada ou inimiga. O Disco age como uma torre, e ataca os aliados que se aproximam de seu alcance, causando bastante dano mágico que escala com o poder de habilidade do próprio Azir.

 Essa é uma ferramenta que adiciona ainda mais controle de zona ao campeão, que quando bem utilizada, pode fazer com que Azir atinja seu ponto máximo de domínio sobre Summoner’s Rift.

Mobilizando seus soldados, se colocando em posições favoráveis, e até mesmo caindo pro meio da briga quando a situação pede, o Imperador é um dos personagens mais difíceis de se masterizar de todo o jogo, porém, caso o jogador invista tempo o suficiente nele, os inimigos passarão a cair num simples apontar de dedo do faraó.

  • FINALIZAÇÃO

Utilizar com maestria os personagens de League of Legends vai muito além de simplesmente aplicar suas mecânicas corretamente.

Para extrair 100% do potencial de determinado campeão, o jogador deve buscar compreender seu papel dentro da partida, considerando diversos fatores, como a composição inimiga e a sua própria composição.

 Ao entender de que forma você deve atuar em uma partida, o próximo passo é conhecer os pontos fortes e os pontos fracos de seu campeão, para então compreender em que momentos você estará pronto para a briga, e em que momentos você deve apenas esperar mais um pouco até que você se fortaleça um pouco mais.

 No fim das contas, não importa se você está fazendo o combo básico da Annie ou executando as mais complexas mecânicas do Yasuo, o importante é construir sólida vantagem para você e seu time através de jogadas que sejam bem pensadas e coordenadas, para que pequenas falhas de execução não sejam capazes de estragá-la.

Jogando dessa forma, mais consistente e madura, você certamente terá cada vez mais sucesso dentro de suas batalhas em Summoner’s Rift.

Muito obrigado por acompanharem o vídeo até aqui, não se esqueça de deixar seu like e de se inscrever no canal para continuar acompanhando nosso conteúdo, que seguirá te trazendo os mais diversos e completos ensinamentos sobre o jogo. Não se esquece de comentar aí em baixo:

Com qual personagem você mais sente dificuldade de jogar e acaba não desempenhando tão bem na maioria das partidas? Reconhecer seus defeitos é o primeiro passo para a melhoria! De toda forma, bons jogos a todos e até a próxima!

Compartilhe em suas redes socais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares