fbpx

Escola dos Games

O maior portal de e-sports do Brasil

E-sports nas Olimpíadas?

Os e-sports lutam para fazer parte dos jogos olímpicos e o futuro pode estar mais próximo do que você imagina

Os atletas do futuro não vão necessariamente correr, chutar uma bola ou nadar. No futuro, alguns atletas vão ter apenas vitórias virtuais no currículo.

De acordo com o Portal Fortune, cientes da grande popularidade dos jogos online, o Comitê Olímpico Internacional e a Associação Global de Esportes (GAISF), hospedaram um fórum em julho sobre os e-sports e as Olimpíadas.

De acordo com o Kit McConnel, diretor de esportes do Comitê Olímpico, apesar da alta popularidade e apoio popular, é improvável que os esportes entrem nas olimpíadas no curto prazo.

Governança fragmentada, problemas de licenciamento e violência são alguns dos motivos citados por ele para a não inclusão.

“Por detrás do termo e-sports, existem muitas comunidades e muitas culturas diferentes. É um ecossistema muito heterogêneo “, disse Nicolas Besombes um conselheiro de e-sports da GAISF.

Apesar de a conexão entre violência e jogos violentos nunca ter sido provada, é improvável que o comitê olímpico tome qualquer risco nesse sentido.

Porém, de acordo com McConnel, apesar de os jogos violentos estarem completamente fora de cogitação, ele vê espaço para que jogos não-violentos encontrem um futuro das olimpíadas.

Como demora em média três a sete anos para algum esporte ser aceito pelo comitê olímpico, é improvável que consigamos prever qual e-sport será o primeiro a fazer parte das olimpíadas, já que três anos atrás um dos jogos mais populares do mundo, o Fortnite, ainda nem existia. Dessa forma, será difícil prever qual será o futuro dessa modalidade.

Porém , os verdadeiros fãs de e-sports não devem desanimar

Os esportes tradicionais vem perdendo cada vez mais espaço entre as gerações mais novas. As Olimpíadas do Rio de Janeiro, tiveram uma audiência 15% do que a de Londres, que ocorreu quatro anos antes.

Entre os jovens entre 18-34 anos, a audiência caiu 31%.

É provável que para recuperar a audiência entre os jovens o comitê olímpico se adapte para incluir e-sports com audiência crescente.

Em 2018, a final do mundial de League of Legends teve 99.6 milhões de espectadores enquanto a final do Super Bowl de 2019, que é o maior evento esportivo dos Estados Unidos, teve 98.2 milhões de espectadores.

Mesmo em relação a premiação, os valores astronômicos pagos nos-esports já estão chegando perto de premiações dos esportes tradicionais

Por conta disso, diversas pessoas e empresas apoiam a inclusão dos e-sports nas olimpíadas.

Intel e Alibaba, duas empresas gigantes de tecnologia, apoiam o projetos relacionados aos e-sports e grande eventos de entretenimento.

Além disso, faculdades americanas já começaram a forncecer bolsas de estudos para atletas de e-sports

Se os e-sports vão fazer parte dos jogos olímpicos algum dia, só o tempo nos dirá… Mas o grande aumento na popularidade e na audiência, já provam que os e-sports vieram para ficar.

Quer aprender League of Legends com os melhores atletas do Brasil? Quer subir de elo muito rápido? Acesse Prota Games

Compartilhe em suas redes socais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares