fbpx

Escola dos Games

O maior portal de e-sports do Brasil

As melhores configurações do Free Fire

Introdução


Sabemos que o Free Fire é conhecido por combinar muita ação com estratégia. O battle royale não desacelera em momento nenhum até alguém gritar Booyah!.

Até porquê, tropa, as estratégias que o Free Fire dão aquela força para que você conquiste a vitória e suba de patente. 

Você pode escolher ser um jogador mais agressivo e buscar subir a sua média de abates, assim como você pode ser um jogador mais passivo, ou seja, preferir jogar pela zona segura em azul (a safe), preferindo muitas vezes trocações de longas distâncias.

As trocações de longas distâncias utilizam armas como AWM e Kar98 e são uma forte carta, em que o jogador pode colocar na mesa e sair em vantagem.

Apesar de exigir mais técnica por parte do jogador, para que você acerte os tiros com precisão, um bom treino sempre dá um jeito e o Free Fire conta com um modo treino disponível para que você possa treinar sua mira. 

O dano das snipers é muito efetivo, podendo até mandar o adversário para o lobby em um tiro só, o famoso capa. Além disso, você consegue obter uma visão de longo alcance caso esteja procurando ou até fugindo dos oponentes. 

Essa estratégia exige uma grande mira, além de controlar o recuo da arma, para obter capas insanos, pois atirar à distância como foi dito, não é tão fácil, mas nada como, além dos treinos, uma boa configuração não resolva!

Agora, partindo para as configurações…

Seja você veterano ou iniciante no Free Fire, ajustar as configurações do freefas é parte fundamental para obter bons resultados e se tornar um Mestre no Free Fire. 

As configurações mais importantes, que você não pode deixar de lado são: opções de mira, sensibilidade e os gráficos.

Prota Games

Se você quer evoluir no Free Fire de um jeito muito mais rápido através de aulas especialistas no jogo, recomendamos que você assista as aulas exclusivas que estão disponíveis no canal da Prota Games

Configurando a mira

Primeiramente vamos te explicar quais os tipos de mira, pois no Free Fire temos três: preciso em mira, controle total e mira padrão. Vale você testar todas para ver com qual se adapta melhor ao seu estilo de jogo.

Vá na engrenagem no canto superior direito da sua tela e clique. Quando abrir a aba de configurações, você irá primeiro na “Aba de controles’. 

Nessa aba de controles você terá diversas opções que são pessoais, ou seja, você tem que ver o que se adapta melhor a você. Um exemplo é: nessa aba você pode escolher  a opção de como fazer com que o paraquedas abra automaticamente ou se o controle dos veículos vai ser feito com uma ou duas mãos. 

Aí é contigo, tropa! Coloque algo que você já está acostumado, ou habilite e desabilite para testar o que se encaixa melhor ao seu perfil.

Ainda nessa aba temos uma opção muito importante, que irá definir a sua mira, ou seja, como você vai mirar, como também os auxílios que você vai receber automaticamente, da própria mira. 

Cada uma dessas opções (preciso em mira, mira padrão e controle total) possuem suas vantagens e desvantagens que você terá que experimentar ou já escolher pelo o que está acostumado, visto alguma experiência com jogos do estilo battle royale ou até FPS.

Use a opção “Preciso ao Mirar” se quiser ajuda para focar no corpo do inimigo sem perder a liberdade quando ativar o zoom da luneta.

Preciso em Mira: para começar vamos falar de um dos modos de mira mais utilizado pelos jogadores de Free Fire no Brasil. Esse tipo de mira, no modo em terceira pessoa, como é o battle royale, funciona focando no corpo do inimigo.

Além disso, quando você entra no modo ‘’scope’’ a mira fica totalmente livre, você pode direcioná-la da forma que quiser. 

O popular ‘’bug do capa’’, que funciona ao abaixar, mirar, levantar e atirar é mais fácil de ser feito quando você está no modo preciso em mira. Assim o tiro na cabeça se torna inevitável!. 

Já a Mira Padrão: é utilizada em algumas regiões do mundo do Free Fire e está mesmo no cenário competitivo pelos profissionais. 

No entanto, esse tipo de mira é indicado para iniciantes e o recomendado é ser trocada quando o jogador já tem uma maior leitura das mecânicas do jogo. 

Basicamente ela funciona da seguinte forma: quando você mirar na direção do adversário, a mira vai automaticamente te auxiliar para mirar no corpo do inimigo. 

Mas existe uma desvantagem. Você não vai conseguir dar capa, ou seja, tiros na cabeça e consequentemente dar mais dano nos adversários.

Outra desvantagem é a chamada ‘’distância mínima’’, pois a mira padrão só vai travar o inimigo após uma determinada distância, o que pode te atrasar um pouco as trocações.

Por fim,  temos a mira Controle Total: Esse tipo de mira é um dos mais difíceis do Free Fire, isso porque o jogador vai ter o controle total da sua mira. É necessário ter experiência e treinar muito, já que você terá que mirar nos oponentes por sua própria conta.

Uma dica para quem quer aprender a utilizar o Controle Total é ativar o botão esquerdo para funcionar como gatilho de disparo, pois assim você terá mais uma opção, para adicionar e adaptar os controles da mira, para o seu estilo de jogo.

Configurando os gráficos

O gráfico é responsável por definir a qualidade das imagens do jogo, mas uma configuração pode atrapalhar na hora de jogar, até travando o seu aparelho, então vamos conhecer as opções para deixar seu gráfico ideal na hora de jogar.

É preciso ter em mente que quanto mais frames por segundo, ou seja, o FPS, mais fácil o jogo irá rodar, fora que você terá imagens em alta e facilidade para mirar e notar os inimigos. 

Mas dependendo do seu aparelho isso pode se tornar um fiasco, então seja sincero consigo mesmo. Se você possui um aparelho ou internet inferior, comece utilizando os gráficos no suave e vá subindo aos poucos, sempre percebendo se não está travando, se o jogo roda legal. Desta forma, será mais fácil para você mirar e perceber os inimigos. Por conta disso, comece com os gráficos no suave e vá subindo aos poucos, sempre tendo em mente a potência do seu aparelho. 

Temos três tipos de gráficos no Free Fire são eles:

Suave: a qualidade das imagens no jogo é inferior, o que pode ajudar a travar menos o seu jogo e aumentar a duração da bateria.

Padrão: É um equilíbrio entre: qualidade, jogabilidade e bateria, não vai ser nem tão alta a qualidade e frames por segundo, mas também irá poupar o lag e bateria.

Ultra: O melhor para quem quer ter muitos frames por segundo e uma resolução insana do jogo. Em contrapartida, diminui a duração da bateria e pode causar lentidão no jogo se o aparelho possuir pouca memória RAM e baixo processamento.

Além disso, na aba gráficos nas configurações você pode definir o brilho e os frames por segundo, o famoso FPS. 

Vá ajustando até ficar do seu jeito! 

Para encerrar esse texto, temos a  famosa Sensibilidade, que após a escolha da sua mira ideal e as configurações de controle faz toda diferença. Partiu?


Estou gostando de ver que você continua aqui. Os melhores jogadores são aqueles mais dedicados. Aguenta ai que agora vamos falar de sensibilidade estamos quase no final do texto. 

Configurando a sensibilidade

Na verdade, não existe uma configuração ideal de sensibilidade. Cada jogador deve se atentar às especificações do seu aparelho e também suas preferências pessoais. 

Caso você seja iniciante, experimente fazer alguns testes de sensibilidade. Comece  a girar em torno de algum objetivo, tentando deixar a mira centralizada nele. Se você estiver com dificuldades para fazer isso, esse é o termômetro para saber se a sua sensibilidade está baixa ou alta demais. 

A dica, nesse caso, é ir regulando de cinco em cinco até chegar em um ponto legal. Você pode partir do 40 para a regulagem da sensibilidade. 

Depois de selecionar  a sua nova sensibilidade, treine para se adaptar, até ver que precisa fazer mais ajustes. 

E, lembre-se! O ato de mirar em si é mecânico e depende de treino, até mesmo memória muscular, então não fique trocando a sensibilidade toda hora. Vá praticando e se adaptando, beleza?

Temos certeza que encontrará as configurações perfeitas para você!

Compartilhe em suas redes socais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social menu is not set. You need to create menu and assign it to Social Menu on Menu Settings.

shares